APRESENTAÇÃO   |   DESAFIO   |   INSPIRE-SE   |   AÇÕES   |   PREMIAÇÃO   |   REGULAMENTO

INSPIRE-SE!

Inspiração. Se por um lado a pandemia da Covid-19 expôs inúmeras fragilidades e provocou uma série de adaptações e transformações para o enfrentamento aos novos desafios e paradigmas da vida em sociedade, por outro lado fortaleceu a relação entre as pessoas e estimulou a criatividade diante do caos, hoje traduzida em respostas eficientes, humanas, sociais, solidárias.

Neste espaço, confira dicas, referenciais de desenvolvimento (ODS/ONU), exemplos de ações (Banco de Iniciativas) e conceitos temáticos (5 Princípios da Democracia) capazes de iluminar ainda mais as possibilidades que você já traz consigo para a realização de uma ação no âmbito da Jornada Cidadania e Inovação.
.

MURAL DA JORNADA

O Mural da Jornada foi criado para que você possa compartilhar suas inspirações. Registre histórias, divida suas reflexões. Fale, por exemplo, sobre ações que você teve acesso e gostaria de comentar conosco, ou de ações que gostaria que fossem realizadas mas ainda estão no campo da ideia. Deixe fluir a inspiração.

Fique tranquila(o), seus dados pessoais de contato não serão compartilhados

.

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas são metas inspiradoras que podem auxiliar sua participação na Jornada Cidadania e Inovação, pois envolvem as questões de desenvolvimento social e econômico em diversos temas, tais como: água, aquecimento global, educação, energia, fome, igualdade de gênero, justiça social, meio ambiente, pobreza, saneamento, saúde e urbanização.

Confira exemplos de ações inspiradas nos ODS (clique no ODS desejado).

.

.
Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas são metas inspiradoras que podem auxiliar sua participação na Jornada Cidadania e Inovação, pois envolvem as questões de desenvolvimento social e econômico em diversos temas, tais como: água, aquecimento global, educação, energia, fome, igualdade de gênero, justiça social, meio ambiente, pobreza, saneamento, saúde e urbanização.

Confira exemplos de ações inspiradas nos ODS (clique no ODS desejado).

ODS 1 – Erradicação da Pobreza


O ODS 1 tem, em diversas metas, o propósito de criar condições para que momentos de crise não aprofundem ainda mais a pobreza, impactando a vida de grupos vulneráveis. Um dos exemplos é a implantação de medidas e sistemas de proteção social adequados e a implementação de políticas que garantam o acesso a serviços básicos.


Exemplos de ações práticas:

• Promover campanhas de doação de alimentos e/ou de agasalhos para pessoas em maior situação de vulnerabilidade: idosos, crianças em acolhimento institucional, pessoas em situação de rua, população carcerária, entre outros.

• Criar página e/ou grupo em rede social, com pessoas do seu bairro, para fortalecer pequenos comerciantes e prestadores de serviço, estimular e economia local e promover a conscientização para que sejam adquiridos produtos e serviços locais.

• Oferecer-se como voluntária(o) para elaborar currículos para pessoas que precisam procurar emprego e não dispõem de ferramentas necessárias, como computadores.

ODS 2 – Fome Zero e Agricultura Sustentável


O ODS 2 envolve, diretamente, o bem-estar social. Em momentos de crise, o ideal é manter investimentos ao produtor agrícola e pescadores (especialmente os pequenos), com um olhar na adoção de uma economia mais sustentável.

.


Exemplos de ações práticas:

• Promover campanha de divulgação, nas redes sociais, de materiais como textos, áudios e vídeos que ensinem a cultivar uma horta vertical, ou suspensa, em pequenos espaços para melhorar a alimentação das pessoas em isolamento/distanciamento social.

• Desenvolver uma página em rede social, ou site, ou aplicativo, ou ação em vídeo chamada, que aproxime a população da cidade dos agricultores familiares, pescadores, povos indígenas, povos de terreiro, remanescentes quilombolas e outros grupos tradicionais, para incentivar a oferta de alimentos e de produtos artesanais que valorizem a produção territorial e auxiliem na garantia de renda dessas populações.

• Criar uma página em rede social, ou site, ou aplicativo, ou ação em vídeo chamada, que promova a troca de receitas que estimulem o reaproveitamento de alimentos, o não-desperdício de cascas, talos e folhas, e o uso de plantas alimentícias não-convencionais (Pancs). Por exemplo, a casca de banana é rica em antioxidantes e minerais e pode ser usada em receitas muito saborosas, como bolos e farofas.

ODS 3 – Saúde e Bem-estar


O ODS 3 é o que mais se relaciona com a situação da pandemia da Covid-19, inclusive com metas como a redução de mortes por doenças transmissíveis. Com isso, pode ser criado um plano que utilize os ODS como guia para contenção e diminuição da transmissão da doença..


Exemplos de ações práticas:

• Criar campanha de arrecadação de álcool em gel e de sabonetes líquidos e disponibilização desses produtos em locais estratégicos para que as pessoas nas ruas tenham acesso livre e possam higienizar as mãos. Outros produtos de higienização também podem ser arrecadados e doados para auxiliar, por exemplo, na limpeza de espaços públicos e de grande circulação que estão desassistidos.

• Elaborar campanha para a criação de um varal de doação de máscaras descartáveis e/ou reutilizáveis, conscientizando as(os) doadores sobre a importância de higienizar e embalar as doações para não colocar em risco as pessoas que acessarão o varal.

• Elaborar e distribuir panfletos informativos às pessoas que trabalham em contato direto com o público, como comerciantes, zeladores/porteiros, taxistas, entregadores e prestadores de serviço em geral, do seu bairro e entorno, sobre os cuidados e as medidas de prevenção necessários ao enfrentamento da Covid-19.

ODS 4 – Educação de Qualidade


Com a pandemia e escolas fechadas para muitos, o aprendizado remoto é inacessível para alguns. É necessário que as instituições de ensino criem condições e se adaptem para continuar os planos de aula através, por exemplo, da internet. Ou, então, planeje uma retomada controlada.
.


Exemplos de ações práticas:

• Criar campanha de arrecadação e doação de equipamentos de informática e celulares para crianças, adolescentes e adultos que frequentam aulas de alfabetização, para que possam ter ampliado o acesso à educação a distância.

• Criar uma página em rede social, em parceria com voluntários profissionais da educação de sua localidade, para a oferta de aulas de reforço escolar, ao vivo ou por meio de vídeos gravados previamente, para apoiar os estudos de crianças, adolescentes, jovens e adultos em alfabetização.

• Criar grupo em aplicativo de troca de mensagens, como o whatsapp, para auxiliar adultos, idosos e/ou pessoas com dificuldade de usar ferramentas de compra pela internet e entrega segura de produtos e serviços.

ODS 5 – Igualdade de Gênero


Os ganhos econômicos das mulheres estão em risco, assim como o aumento dos níveis de violência doméstica. As mulheres são maioria entre profissionais de saúde e assistência social, estando mais expostas à Covid-19.

O ODS 5 serve como parâmetro para a redução das desigualdades, principalmente em momentos de crise.


Exemplos de ações práticas:

• Promover campanhas em redes sociais e/ou em aplicativos de troca de mensagens com o objetivo de sensibilizar núcleos familiares sobre a importância da divisão de tarefas domésticas.

• Criar uma página em rede social, ou site, ou aplicativo, ou ação em vídeo chamada, que promova o apoio a projetos que busquem fortalecer a visibilidade e a estruturação de negócios geridos por mulheres, jovens e pessoas LGBTI+.

• Criar campanhas em redes sociais e/ou em aplicativos de troca de mensagens para promover a conscientização sobre os possíveis tipos de violência contra a mulher – de gênero, psicológica, patrimonial, física, moral, sexual – e divulgar os mecanismos de proteção social aos quais as vítimas podem recorrer para solicitar acolhimento/proteção.

Fonte: COEP, com informações do Estratégia ODS, postado 15/7/2020, na página  http://www.estrategiaods.org.br/como-os-ods-podem-guiar-acoes-de-combate-a-covid-19/

ODS 1  – ERRADICAÇÃO DA POBREZA

O ODS 1 tem, em diversas metas, o propósito de criar condições para que momentos de crise não aprofundem ainda mais a pobreza, impactando a vida de grupos vulneráveis. Um dos exemplos é a implantação de medidas e sistemas de proteção social adequados e a implementação de políticas que garantam o acesso a serviços básicos.

• Promover campanhas de doação de alimentos e/ou de agasalhos para pessoas em maior situação de vulnerabilidade: idosos, crianças em acolhimento institucional, pessoas em situação de rua, população carcerária, entre outros.

• Criar página e/ou grupo em rede social, com pessoas do seu bairro, para fortalecer pequenos comerciantes e prestadores de serviço, estimular e economia local e promover a conscientização para que sejam adquiridos produtos e serviços locais.

• Oferecer-se como voluntária(o) para elaborar currículos para pessoas que precisam procurar emprego e não dispõem de ferramentas necessárias, como computadores.

ODS 2 – FOME ZERO E AGRICULTURA SUSTENTÁVEL

O ODS 2 envolve, diretamente, o bem-estar social. Em momentos de crise, o ideal é manter investimentos ao produtor agrícola e pescadores (especialmente os pequenos), com um olhar na adoção de uma economia mais sustentável.

• Promover campanha de divulgação, nas redes sociais, de materiais como textos, áudios e vídeos que ensinem a cultivar uma horta vertical, ou suspensa, em pequenos espaços para melhorar a alimentação das pessoas em isolamento/distanciamento social.

• Desenvolver uma página em rede social, ou site, ou aplicativo, ou ação em vídeo chamada, que aproxime a população da cidade dos agricultores familiares, pescadores, povos indígenas, povos de terreiro, remanescentes quilombolas e outros grupos tradicionais, para incentivar a oferta de alimentos e de produtos artesanais que valorizem a produção territorial e auxiliem na garantia de renda dessas populações.

• Criar uma página em rede social, ou site, ou aplicativo, ou ação em vídeo chamada, que promova a troca de receitas que estimulem o reaproveitamento de alimentos, o não-desperdício de cascas, talos e folhas, e o uso de plantas alimentícias não-convencionais (Pancs). Por exemplo, a casca de banana é rica em antioxidantes e minerais e pode ser usada em receitas muito saborosas, como bolos e farofas.

ODS 3 – SAÚDE E BEM-ESTAR

O ODS 3 é o que mais se relaciona com a situação da pandemia da Covid-19, inclusive com metas como a redução de mortes por doenças transmissíveis. Com isso, pode ser criado um plano que utilize os ODS como guia para contenção e diminuição da transmissão da doença.

• Criar campanha de arrecadação de álcool em gel e de sabonetes líquidos e disponibilização desses produtos em locais estratégicos para que as pessoas nas ruas tenham acesso livre e possam higienizar as mãos. Outros produtos de higienização também podem ser arrecadados e doados para auxiliar, por exemplo, na limpeza de espaços públicos e de grande circulação que estão desassistidos.

• Elaborar campanha para a criação de um varal de doação de máscaras descartáveis e/ou reutilizáveis, conscientizando as(os) doadores sobre a importância de higienizar e embalar as doações para não colocar em risco as pessoas que acessarão o varal.

• Elaborar e distribuir panfletos informativos às pessoas que trabalham em contato direto com o público, como comerciantes, zeladores/porteiros, taxistas, entregadores e prestadores de serviço em geral, do seu bairro e entorno, sobre os cuidados e as medidas de prevenção necessários ao enfrentamento da Covid-19.

ODS 4 – EDUCAÇÃO DE QUALIDADE

Com a pandemia e escolas fechadas para muitos, o aprendizado remoto é inacessível para alguns. É necessário que as instituições de ensino criem condições e se adaptem para continuar os planos de aula através, por exemplo, da internet. Ou, então, planeje uma retomada controlada.

• Criar campanha de arrecadação e doação de equipamentos de informática e celulares para crianças, adolescentes e adultos que frequentam aulas de alfabetização, para que possam ter ampliado o acesso à educação a distância.

• Criar uma página em rede social, em parceria com voluntários profissionais da educação de sua localidade, para a oferta de aulas de reforço escolar, ao vivo ou por meio de vídeos gravados previamente, para apoiar os estudos de crianças, adolescentes, jovens e adultos em alfabetização.

• Criar grupo em aplicativo de troca de mensagens, como o whatsapp, para auxiliar adultos, idosos e/ou pessoas com dificuldade de usar ferramentas de compra pela internet e entrega segura de produtos e serviços.

ODS 5 – IGUALDADE DE GÊNERO

Os ganhos econômicos das mulheres estão em risco, assim como o aumento dos níveis de violência doméstica. As mulheres são maioria entre profissionais de saúde e assistência social, estando mais expostas à Covid-19.

O ODS 5 serve como parâmetro para a redução das desigualdades, principalmente em momentos de crise.

• Promover campanhas em redes sociais e/ou em aplicativos de troca de mensagens com o objetivo de sensibilizar núcleos familiares sobre a importância da divisão de tarefas domésticas.

• Criar uma página em rede social, ou site, ou aplicativo, ou ação em vídeo chamada, que promova o apoio a projetos que busquem fortalecer a visibilidade e a estruturação de negócios geridos por mulheres, jovens e pessoas LGBTI+.

• Criar campanhas em redes sociais e/ou em aplicativos de troca de mensagens para promover a conscientização sobre os possíveis tipos de violência contra a mulher – de gênero, psicológica, patrimonial, física, moral, sexual – e divulgar os mecanismos de proteção social aos quais as vítimas podem recorrer para solicitar acolhimento/proteção.

Fonte: COEP, com informações do Estratégia ODS, postado 15/7/2020, na página  http://www.estrategiaods.org.br/como-os-ods-podem-guiar-acoes-de-combate-a-covid-19/

.


Em março de 2020, no início da pandemia no Brasil, o COEP lançou o Banco de Iniciativas da Sociedade Civil no Combate ao Covid-19, espaço onde ações apoiadas, realizadas ou replicadas pela sociedade civil passaram a ser registradas, especialmente aquelas em benefício das populações mais vulneráveis. São hoje mais de 730 iniciativas cadastradas, de todo o país.

O Banco de Iniciativas tem, entre suas inspirações, o legado do sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, que acreditava que a democracia se realiza pela força de pessoas conscientes, mobilizadas e motivadas por cinco princípios: Diversidade, Igualdade, Liberdade, Participação e Solidariedade.

Acesse alguns exemplos de iniciativas que podem trazer ainda mais inspiração para sua participação na Jornada Cidadania e Inovação.

MURAL DA JORNADA

O Mural da Jornada foi criado para que você possa compartilhar suas inspirações. Registre histórias, divida suas reflexões. Fale, por exemplo, sobre ações que você teve acesso e gostaria de comentar conosco, ou de ações que gostaria que fossem realizadas mas ainda estão no campo da ideia. Deixe fluir a inspiração.


Marcelle Fabiano

Mesmo em meio a tantas incertezas, nessa pandemia entendi que pequenas ações poderiam contribuir e apoiar positivamente de forma que eu não posso mensurar. Porém o enfrentamento a esses dias difíceis se tornaram de certa forma, mais leves, considerando a satisfação de poder colaborar com a minha energia enquanto muitos não podiam dispor de saúde. Na foto ao lado, com os cuidados devidos, participei de uma campanha de arrecadação e entrega de chocolates, para as crianças de uma comunidade carente no Rj . No mesmo lugar também posteriormente, mobilizamos uma campanha para a doações de alimentos não perecíveis aos moradores em situação de desemprego.

Adriana

Criar estratégias e ações para a população do Rio de Janeiro ter acesso a máscaras e álcool em gel. Esta iniciativa, aliada a um trabalho de conscientização para o combate a transmissão do coronavírus, pode trazer impactos muito positivos para a comunidade. Se cuidar também é fazer a sua parte.
“Fazer a sua parte” lembra uma fábula contada pelo sociólogo Herbert de Sousa, o Betinho. A fábula do beija-flor diz assim:
Um beija-flor tentando apagar um incêndio na floresta, carregando água com seu fino bico, é questionado por um leão:
“Ô beija-flor, você acha que vai conseguir apagar o incêndio sozinho?”

Luiz Eduardo

Deixo aqui para vocês um texto do sociólogo Herbert de Souza, o Betinho: “PARTICIPAÇÃO é um dos cinco princípios da democracia. Sem ela, não é possível transformar em realidade, em parte da história humana, nenhum dos outros princípios: igualdade, liberdade, diversidade e solidariedade. Falamos aqui de participação em todos os níveis, sem exclusão prévia de nenhum grupo social, sem limitações que restrinjam o direito e o dever de cada pessoa tomar parte e se responsabilizar pelo que acontece no planeta. Em resumo, cada um de nós é responsável pelo que acontece nas questões locais, nacionais e internacionais. Somos cidadãos do mundo e, portanto, co-responsáveis por tudo o que ocorre. A única forma de transformar este direito em realidade é através da participação.”