O quilombo Santa Rosa dos Pretos pede ajuda para enfrentar a Covid-19. Sem geração de renda, 120 famílias receberão cestas básicas durante o isolamento social.

A campanha pretende arrecadar recursos para compra de itens de alimentação e montagem de cestas básicas para distribuição. São 700 famílias que precisam se isolar, ao mesmo tempo que precisam se alimentar para sobreviver. No período de isolamento social as famílias pedem ajuda para a compra de cestas básicas: são muitas crianças, idosos, jovens e adultos que precisam permanecer em suas casas para evitar um possível contágio.

Sem trabalho e formas de geração de renda neste período de enfrentamento da pandemia, os quilombolas pedem ajuda para garantir as condições mínimas de isolamento social, protegendo as pessoas, suas histórias e tradições. Por isso essa campanha quer ajudar a garantir o mínimo para que 120 famílias mais vulneráveis possam ter a oportunidade de estar em isolamento enquanto o mundo enfrenta e se recupera dessa pandemia.

Santa Rosa dos Pretos é uma comunidade de muita relevância política e cultural para o estado do Maranhão e também para o Brasil. Mas também está em um território que enfrenta dificuldades de acesso a direitos básicos, como saneamento e distribuição de água e energia. Ademais, por estar situada às margens da BR 135 o índice de vulnerabilidade do quilombo é ainda maior. Logo isso impacta diretamente na execução de cuidados mínimos indicados pela Organização Mundial de Saúde no combate a Covid-19.