Diante da pandemia de coronavírus é necessário, na medida do possível, ficar em casa. Mas, que casa? Essa é a pergunta de muitos, que não têm onde se refugiar. Como uma resposta, a Fazenda da Esperança acolheu até agora mais de 400 pessoas em situação de rua nas diversas unidades.

De março até a penúltima semana de abril chegaram mais de 400 pessoas nas diversas unidades. Elas receberam casa, cama, comida e carinho, por meio da vida e doação de voluntários.