AVISO: Tendo em vista que as iniciativas foram publicadas a partir do início da pandemia, em março de 2020, os interessados em participar de qualquer iniciativa devem procurar confirmar as informações nos canais de contato das iniciativas.

O projeto pretende beneficiar mulheres e suas famílias nos bairros de Petrópolis e Educandos, entre outras comunidades, pois até então nossas doações não tem ficado apenas nos bairros que pensamos atuar inicialmente, já realizamos doações para áreas ribeirinhas, comunidades indígenas e outros bairros da cidade de Manaus, queremos também apoiar as famílias de pessoas em privação de liberdade. Manaus possui um dos piores cenários do país no que se refere a covid-19, ele atingiu fortemente as famílias com as quais atuamos em parceria com o ICDSAM no bairro do Educandos, boa parte dessas famílias tem como fonte de renda o trabalho informal na feira que há no bairro, com as limitações que a pandemia gerou, manter a renda tornou-se ainda mais difícil. No bairro de Petrópolis, a realidade não é muito diferente, algumas trabalhadoras estão com seus salários atrasados e nós temos apoiado quando conseguimos cestas, algumas crianças e jovens tem ido às portas das casas pedir quilos de alimento e sempre que possível também buscamos apoiar com as cestas básicas. Múltiplas são as realidades as quais temos buscado apoiar, dessa forma, qualquer contribuição será extremamente bem-vinda para amenizar as perdas que o capitalismo, racismo, machismo, e a lgbtfobia já nos geram e que com o contexto da pandemia se agravaram. A partir da verba arrecada iremos viabilizar a compra de cestas básicas para atender as demandas de mulheres e suas famílias em situações de vulnerabilidade socioeconômica. As cestas serão distribuídas em dois pontos, um será no Educandos e outro no Bairro de Petrópolis. Boa parte dessas mulheres já se encontram em um cadastro prévio que realizamos durante os meses de abril, Maio e Junho. Na entrega buscaremos utilizar todos os procedimentos indicados pelo ministério da saúde, como o uso de máscaras e álcool em gel, bem como a organização de horários para evitar aglomerações.