AVISO: Tendo em vista que as iniciativas foram publicadas a partir do início da pandemia, em março de 2020, os interessados em participar de qualquer iniciativa devem procurar confirmar as informações nos canais de contato das iniciativas.

Juntas contra a Pandemia Genocida do COVID 19.

Nós, mulheres que construímos o 8 M na Quebrada, com o apoio da coletiva Periferia Segue Sangrando e coletiva Luana Barbosa, vimos por meio desta nota agradecer a todas as pessoas e instituições que estão contribuindo com nossas ações. Ao total já conseguimos somar com mais de 200 pessoas. São, em sua maioria, famílias que tem como chefe da casa mulheres, negras, nordestinas, lésbicas, todas trabalhadoras periféricas que residem e constroem a quebrada que habitam. Mulheres que conhecem o que é a fome, mesmo antes do COVID-19 e, ainda assim, não desistem dos seus. A estas mulheres e famílias, estamos entregando cestas reforçadas de alimentos e produtos de higiene, realizando apoio psicológico, fortalecendo a rede de proteção às vítima de violência, apoiando no pagamento da moradia, remédios, entre outros corres importantes para podermos enfrentar esse momento difícil e que coloca em risco nossas vidas