A instituição arrecada recursos financeiros para a compra de alimentos, itens de higiene e limpeza que serão entregues às famílias quilombolas impactadas pela pandemia em Santa Maria dos Pretos (MA).

O Centro Cultural Educacional Mandingueiros do Amanhã surgiu da iniciativa de dois de seus fundadores que começaram voluntariamente a dar aulas de capoeira para crianças do bairro de Madre de Deus. Em 2003, a ONG foi criada oficialmente e passou a atender crianças, adolescentes e jovens da região, com forte atuação no território quilombola de Santa Maria dos Pretos e outras quatro comunidades. Segundo dados do IBGE, o Maranhão é um dos três estados brasileiros com maior contingente populacional de negros e afrodescendentes.