Mitos e verdades sobre a Covid-19 e a diabetes

Atualizado em 20/10/2020

Projeto de extensão do curso de Nutrição da UPF desenvolveu cartilha que reúne orientações e cuidados relativos à Covid-19 e à Diabetes

Notícias falsas podem se espalhar rapidamente e ser tão perigosas quanto o novo Coronavírus (Covid-19). Por isso, se torna essencial informar adequadamente a população sobre as medidas de prevenção da doença, principalmente as pessoas que pertencem aos grupos de risco.

Nesse sentido, o projeto de extensão “Promovendo Saúde e Qualidade de Vida”, do curso de Nutrição da Universidade de Passo Fundo (UPF), criou uma cartilha com orientações e cuidados sobre a Covid-19 e a Diabetes.

O material apresenta, em formato de mito ou verdade, as dúvidas mais frequentes relacionadas às duas doenças, além de orientações nutricionais para serem colocadas em prática, tais como evitar passar longos períodos sem se alimentar, fracionar as refeições, evitar o consumo excessivo de adoçantes, entre outras. Ele foi construído a partir das informações gerais sobre a Covid-19 e a Diabetes divulgadas pela Sociedade Brasileira de Diabetes e pelo Ministério da Saúde.

Segundo a professora Me. Valéria Hartmann, diante da necessidade de orientar a comunidade referente à temáticas que envolvam a alimentação e a nutrição e atendam aos objetivos propostos pelo Projeto, foram elaboradas orientações sobre os cuidados que os pacientes com Diabetes devem ter durante a pandemia.

“As orientações Covid-19 x Diabetes foram pensadas especificamente para este público, pensando que muitas vezes as pessoas podem ser alvo de informações contraditórias ou falsas. O material elaborado pelos acadêmicos participantes do Projeto é em formato de perguntas e respostas, envolvendo práticas alimentares saudáveis”, comenta.
.

Confira alguns mitos e verdades apresentados na cartilha:

Pessoas com Diabetes estão no grupo de maior risco de infecção em relação à Covid-19

Mito. Pacientes com diabetes não apresentam maior risco de infecção e sim de maior gravidade da Covid-19.
.

Pessoas com diabetes controlado têm menos risco de complicações relacionadas ao coronavírus

Verdade. O risco de complicações pela Covid-19 é menor e quase igual ao de pessoas sem diabetes, mas se a glicemia estiver descontrolada o risco é aumentado.
.

Os sintomas Covid-19 são diferentes em pessoas com diabetes

Mito. Os sintomas serão os mesmos da população sem diabetes. Os mais comuns são febre, tosse seca e cansaço.
.

Todas as pessoas com diabetes tem imunidade baixa

Mito. Nem todas as pessoas com diabetes tem imunidade baixa. Isso acontece em diabéticos com a glicemia descontrolada, por isso a importância do uso adequado da insulina ou medicação oral, alimentação equilibrada e exercício físico para que a pessoa com diabetes enfrente o coronavírus com menos riscos à sua saúde.
.

As pessoas com diabetes estão no grupo de maior risco para evoluir com as formas graves da doença

Verdade. Pessoas com história longa de diabetes, mau controle metabólico e que apresentam outras doenças associadas, especialmente idosos (maiores de 60 anos) passam a ter maior pré-disposição para o desenvolvimento da forma grave da Covid-19.
.

O risco de complicações da Covid-19 é maior tanto para quem tem diabetes tipo 1 quanto tipo 2

Mito. O risco de complicações é maior para aqueles com 60 anos ou mais, que já tenham complicações e outras doenças como pressão alta e que estão com altos níveis de açúcar no sangue independente do tipo de diabetes (1 ou 2).
.

A mulher grávida com diabetes tem um risco maior de contrair a doença

Verdade. A gravidez é um momento que pode ocorrer o enfraquecimento do sistema imunológico, por isso gestantes diabéticas devem ter um cuidado redobrado no controle da glicemia que deverá ser medida com maior frequência.
.

Pré-diabetes é considerado grupo de risco

Mito.  Não há dados científicos que comprovem que pacientes pré-diabéticos tenham risco aumentado para o coronavírus. Mas se o pré-diabetes estiver associado a outras doenças e em idosos, o risco de complicações pela infecção do vírus pode ser aumentado.
.

Tomar vitamina C ou qualquer outro tipo de suplemento diminui o risco de Covid-19

Mito.  Não existe nenhuma vitamina, soro ou chás que sirvam para aumentar a imunidade e que previnam ou tratem a doença.
.

Pessoas que tem diabetes e estão com suspeita de ter o Coronavírus, devem ir imediatamente ao hospital

Mito.  Inicialmente deve ser feito o protocolo de isolamento dentro da sua própria casa durante 14 dias. Caso os sintomas piorem, ou se a pessoa apresentar falta de ar (desconforto respiratório), deverá procurar um dos hospitais indicados para o tratamento do Coronavírus.
.

Fonte: Diário da Manhã