3ª parcela dos R$ 600 para quem recebe Bolsa Família começa semana que vem (17/6)

Atualizado em 27/5/2020

O governo começa a pagar na próxima quarta-feira (17/6) a terceira parcela do auxílio emergencial de R$ 600 aos beneficiários do Bolsa Família. O calendário de saques segue o último dígito do NIS (Número de Identificação Social). Na quarta, começa para quem tem NIS com final 1. Os benefícios não serão acumulados. A pessoa receberá o que for de maior valor: Bolsa Família ou auxílio emergencial.

O calendário de pagamento para quem está no Bolsa Família é diferente daquele para quem se inscreveu por meio do aplicativo da Caixa e pelo site ou estava no Cadastro Único. Por enquanto, a Caixa e o governo federal não divulgaram quando começa o pagamento dos R$ 600 para quem não recebe Bolsa Família.

Confira a seguir como fica a terceira parcela do auxílio emergencial para quem está no Bolsa Família:

Pagamento da 3ª parcela para inscritos no Bolsa Família

Os saques em dinheiro ocorrerão conforme o último número do NIS (Número de Identificação Social):
NIS 1: 17 de junho (qua)
NIS 2: 18 de junho (qui)
NIS 3: 19 de junho (sex)
NIS 4: 22 de junho (seg)
NIS 5: 23 de junho (ter)
NIS 6: 24 de junho (qua)
NIS 7: 25 de junho (qui)
NIS 8: 26 de junho (sex)
NIS 9: 29 de junho (seg)
NIS 0: 30 de junho (ter)

Como sacar o auxílio emergencial?

Os beneficiários do Bolsa Família recebem o valor do auxílio por meio do cartão do Programa Bolsa Família, Cartão Cidadão ou por crédito em conta da Caixa.

Auxílio emergencial de R$ 600

Quem tem direito?

  • Idade: Maior de 18 anos (exceto mães)
  • Ocupação: Trabalhador sem carteira assinada, autônomo, MEI (microempreendedor individual), desempregado, contribuinte individual da Previdência
  • Renda: Renda por pessoa da família de até R$ 522,50 ou renda familiar de até R$ 3.135
    Não ter recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018
  • Não recebe: Não tem direito quem já recebe seguro-desemprego, BPC, aposentadoria ou pensão

Qual o valor?

  • 3 parcelas de R$ 600: Máximo de dois benefícios por família
    3 parcelas de R$ 1.200: Para mulheres chefes de família
Como pedir o benefício?
Como receber o dinheiro?
Na inscrição, o beneficiário escolhe entre receber o recurso em uma conta existente em qualquer banco ou a Caixa vai abrir automaticamente uma poupança social digital.
Fonte: UOL